SŃBADO, 20 DE OUTUBRO DE 2018
DATA: 29/09/2018 | FONTE: Midia Max Microcrédito: Reinaldo nega repasse a empresa investigada por desvio
O Governo do Estado emitiu nota, na tarde desta sexta-feira (28), a respeito de opera√ß√£o contra desvios no microcr√©dito. Empresa financeira Crediquali, parceira da Funtrab (Funda√ß√£o do Trabalho de Mato Grosso do Sul), foi alvo de busca e apreens√£o. De acordo com o Governo, durante a gest√£o de Reinaldo Azambuja (PSDB) n√£o houve v√≠nculo administrativo entre a Crediquali e a Funtrab, em raz√£o da empresa ser uma Oscip (Organiza√ß√£o da Sociedade Civil de Interesse P√ļblico). A empresa chegou a ocupar espa√ßo no pr√©dio p√ļblico da Funtrab, mas segundo o Governo a parceria teve fim em 2015. ‚ÄúQuando foi solicitada a deixar o local, no in√≠cio do Governo de Reinaldo Azambuja‚ÄĚ. Na nota, o Estado tamb√©m ressalta que a empresa n√£o recebeu nenhum repasse financeiro da gest√£o de Reinaldo. ‚ÄúSobreviveu, nesses anos, da gest√£o de ativos captados em governos anteriores‚ÄĚ. Apesar da ‚Äún√£o rela√ß√£o‚ÄĚ entre os dois, o Governo determinou que a Funtrab e a CGE (Controladoria Geral do Estado) apurem a situa√ß√£o e que se forem constatados danos aos cofres p√ļblicos, que medidas sejam tomadas para ressarcimento do valor. Opera√ß√£o A investiga√ß√£o apura se, entre o 2¬ļ semestre de 2016 e o 1¬ļ semestre de 2017, ex-dirigentes da Funda√ß√£o teriam desviados recursos p√ļblicos para adquirirem bens e quitarem despesas particulares. Ex-diretor da Funtrab, Wilton Acosta, foi alvo de busca e apreens√£o. De acordo com o MP-MS (Minist√©rio P√ļblico Estadual), foram cumpridos quatro mandados de busca e apreens√£o em Campo Grande, al√©m de sequestro de um ve√≠culo. A investiga√ß√£o apura suposto desvio de recurso p√ļblicos destinado √† Credquali. De acordo com Marcos Alex Vera, respons√°vel pela apura√ß√£o, no decorrer das investiga√ß√Ķes o MP-MS verificou a necessidade das dilig√™ncia, cumpridas hoje, com mandados de busca e apreens√£o. Wilton al√©m de presidir a Funtrab, tamb√©m era, de acordo com a promotoria, membro do conselho deliberativo da Credquali, institui√ß√£o de microcr√©dito que mantinha parceria com a Funda√ß√£o. Por meio de uma parceria, firmada no 2¬ļ semestre de 2016, entre Funtrab e Credquali, esta √ļltima ofertava microcr√©dito de at√© R$ 7 mil, al√©m de tamb√©m oferecer cursos de qualifica√ß√£o profissional.
20/10/2018 Documento que pede nulidade da eleição presidencial chega ao TSE
POLITICA
20/10/2018 Daciolo entra com mandado de seguran√ßa no TSE para anular 1¬ļ turno
POLITICA
19/10/2018 PF indicia Michel Temer e filha Maristela por corrupção passiva e lavagem de dinheiro
POLITICA
19/10/2018 Eleva√ß√£o do piso salarial de agentes de sa√ļde vai custar R$ 4,8 bi em tr√™s anos, diz Planejamento
POLITICA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS