DOMINGO, 15 DE JULHO DE 2018
DATA: 10/07/2018 | FONTE: top midia news Caminhonete impede passagem de cadeirante e casal tem noite frustrante em shopping da Capital Marido foi às redes sociais lamentar o desrespeito com pessoas com mobilidade reduzida

Uma mulher cadeirante teve seu direito de ir e vir interrompido devido a uma caminhonete estacionada na calçada do estacionamento do shopping Norte Sul Plaza, em Campo Grande. Diante do desrespeito notório, o esposo dela classificou a situação como "frustrante". 

Conforme o marido, a esposa utiliza cadeira de rodas temporariamente por conta de um acidente. Os dois, de 38 anos, já estavam de saída do estabelecimento quando se depararam com o veículo, dentro do estacionamento do próprio shopping, ocupando praticamente toda a extensão da calçada interna. O flagrante ocorreu na noite de domingo (8).

Após o ocorrido, o funcionário público procurou a administração do Norte Sul  via rede social, para denunciar o caso, mas até agora não recebeu resposta. Conforme publicou  em um grupo no Facebook, dedicado a reclamações de consumidores, o shopping informou apenas que a reclamação foi recebida.   

''Pelo jeito esse tipo de estacionamento é comum nesse shopping, ou é autorizado Norte Sul Plaza?'', questionou o reclamante na rede social.     

O esposo da mulher na cadeira de rodas lamentou a falta de respeito do condutor do automóvel com as pessoas que portam necessidades especiais.

"Na hora que nos deparamos com a camionete foi no mínimo frustrante, pois você não quer acreditar na cara de pau da pessoa. Percebemos o tanto que não respeitam as pessoas com mobilidade reduzida", lamentou o funcionário público. 

Ainda de acordo com o denunciante, a conscientização a respeito do problema ocorrido com ele ainda deve demorar para acontecer. 

''Acredito que ainda vai demorar muito para as pessoas entenderem a dificuldade de uma pessoa com algum tipo de deficiência se locomover-se. Parece que só quando dói no bolso que aprendem, às vezes nem assim'', refletiu.    

 Outros internautas participantes do grupo se solidarizaram com o casal e denunciam que o problema é frequente nesse estabelecimento.

''Aí com certeza é comum, quando teve o feirão das casas da Caixa; até o gramado virou estacionamento. As calçadas próximas às lojas mais do fundo, a maioria tinha carro estacionado assim'', escreveu uma mulher. Outro participante relatou que o problema ocorre em toda a cidade. 

''Aqui em Campo Grande tem carros nas calçadas e também onde há faixas de cegos e cadeirantes'', apontou. 

15/07/2018 Vitória no Gold Cowboy coloca o peão iguatemiense Rafael Sena noTOP5 do CRP
Geral
15/07/2018 Os cuidados essenciais para o carro em dia de geada
Geral
15/07/2018 IGUATEMI: Exército autoriza implantação do dissipador e obra da Vila Rosa é retomada
Geral
15/07/2018 Bebê com queimaduras severas nas mãos aguarda provável cirurgia plástica na Santa Casa
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS