QUINTA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2018
DATA: 01/07/2018 | FONTE: correio do estado Azambuja cobra Governo Federal e cita MS como rota do tráfico
Durante entrega de obras na cidade de Dourados, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) cobrou novamente a questão da segurança nas fronteiras de Mato Grosso do Sul. “É uma vergonha um governo que não cuida de suas fronteiras, os carros estão sem gasolina para rodar e os postos querendo fechar”, comentou o líder do Executivo estadual. Azambuja lembrou também que desde o governo da ex-presidente Dilma Roussef (PT), as cobranças para a melhorias nas questões fronteiriças existem e que ele vai continuar cobrando o presidente Michel Temer (MDB), para que ocorra o fechamento das fronteiras. “Agora é torcer para que o Governo Federal olhe para as fronteiras e ajude”, apelou o governador. Na ocasião, Azambuja atribuiu a responsabilidade da entrada de drogas em outros estados como Rio de Janeiro e São Paulo à fronteira de Mato Grosso do Sul. “A causa da entrada dessas drogas tá aqui na fronteira, essa droga que chega no Rio é produzida aqui”, reforçou ele. O governador está em Dourados e às 15h vai receber o presidenciável do partido, Geraldo Alckmin que vai desembarcar no aeroporto da cidade para participar de encontro com comerciantes e representantes do setor produtivo da região no auditório da Associação Comercial e Empresarial (ACED).
19/07/2018 Com apoio de Bolsonaro, pré-candidato Capitão do Exército defende patriotismo e combate à corrupção
POLITICA
19/07/2018 Em mensagem, Lula diz que é o 'sonho de consumo de Sérgio Moro'
POLITICA
18/07/2018 Eles não querem de jeito nenhum que a Lava Jato acabe, diz Lula
POLITICA
18/07/2018 Adversário na eleição de 2014, PSDB cogita Delcídio em chapa
POLITICA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS