SEGUNDA FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2018
DATA: 12/06/2018 | FONTE: Dourados Agora Dourados é a 3ª pior cidade em defasagem policial de Mato Grosso do Sul Defasagem é de 45% do total do efetivo. Faltam aproximadamente 570 praças e 30 oficiais para Dourados e região

A cidade de Dourados tem o terceiro pior efetivo da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, em relação ao índice populacional. A defasagem é próxima a 45%. Enquanto deveria ter cerca de 500 praças e 20 oficiais, o Batalhão de Dourados conta com menos de 300 praças e 8 oficiais, que são responsáveis hoje por atender numa área de 4.086,237 quilômetros quadrados e com uma população de 283.904 habitantes.

Isso quer dizer que existe um policial militar para cada 960 habitantes. Os dados constam em relatório do Conselho Institucional de Segurança Pública de Dourados (Coised), que tem mobilizado as bancadas estadual e federal para que façam gestões para que os problemas da segurança pública sejam sanados.

A falta de efetivo preocupa ainda mais as forças policiais, tendo em vista que Dourados está em fase de implantação uma nova Unidade Operacional, a 9ª Companhia Independente para atendimentos na região oeste da cidade e por essa razão também precisará de efetivo. Por essa razão o efetivo da Pm deveria ser de 570 praças e pelo menos 30 policiais.

Efetivo emergencial

De imediato seria necessário o envio de no mínimo 8 oficiais para a região para viabilizar a administração e funcionamento da nova unidade policial e da atual. Também se faz necessária a disponibilização de efetivo de praças, em número de no mínimo 150 policiais, de modo que ainda as unidades ficariam com um número significativamente inferior ao previsto, mas já poderiam prestar um atendimento satisfatório a população, segundo defende o Coised.

De acordo com o Conselho, o Governo do Estado encontra-se em processo de realização de concurso público para ingresso de efetivo na Polícia Militar com previsão de início de Curso de Formação no começo do ano de 2019. Por essa razão o Coised sugere que parte do efetivo desse curso seja formado no Polo de Ensino de Dourados, já os vinculando a ficarem lotados em Dourados e região. A medida tem o objetivo de garantir que criem laços e permaneçam no município. Segundo o Coised, caso a formação ocorra em sua integralidade em Campo Grande, se torna mais difícil o envio de efetivo para outras localidades.

Outro lado

O Governo do Estado de MS informou, por meio de sua assessoria que está em andamento o concurso público com previsão de formação de 450 novos policiais. No entanto, disse que o Estado vai definir o número de policiais a serem enviados, levando em consideração o que é mais urgente.

Comparativo

A cidade de Dourados só perde em defasagem policial para o 6º Batalhão da PM de Corumbá (1 policial para cada 1027 habitantes) e a 2ª Companhia Independente de Polícia Militar de Maracaju (1 policial para cada 1.019 habitantes). Enquanto a 2º maior cidade de MS, Dourados, tem 1 policial para cada 960 habitantes, cidades do interior conseguem ter mais policiais do que o município, se levado em conta o índice habitacional. Aquidauana por exemplo tem 1 policial para cada 447 habitantes; Fatima do Sul tem 1 policial para cada 468 habitantes. Naviraí tem 1 policial para cada 604 habitantes; Nova Andradina tem 1 policial para cada 634 habitantes; Três Lagoas tem 1 policial para cada 667 habitantes, Ponta Porã tem 1 policial para cada 692 habitantes; Campo Grande tem 1 policial para cada 702 habitantes e Amambai tem 1 policial para cada 812 habitantes.

18/06/2018 IVINHEMA: PF “caça” chefes de contrabando milionário
POLICIA
18/06/2018 Jovem é detido por pichar praça pública
POLICIA
18/06/2018 Polícia apreende bolsa com celulares, carregadores e serra do lado de fora da PED
POLICIA
18/06/2018 IVINHEMA: Polícia Civil prende mais dois homens em flagrante por porte de arma de fogo de uso restrito
POLICIA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS