SBADO, 20 DE OUTUBRO DE 2018
DATA: 05/06/2018 | FONTE: Correio do Estado Paraná vence o Fluminense e encerra jejum de mais de 10 anos na Série A

O Paraná Clube finalmente desencanou e venceu o Fluminense por 2 a 1, na Vila Capanema, o primeiro triunfo desde que retornou para a Série A do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe paranista chegou aos seis pontos, na penúltima colocação, ainda em posição complicada na zona de rebaixamento. Já o Tricolor Carioca perdeu a chance de encostar nos líderes e segue com 14 pontos, na nona colocação.

O time da casa saiu na frente no placar, pela primeira vez na competição, com um gol de pênalti, anotado por Thiago Santos, aos sete minutos da etapa final. Aos 43 minutos, Guilherme Biteco fechou a contagem para encerrar um jejum de mais de 10 anos e seis meses.Pablo Dyego descontou, nos acréscimos, mas não evitou a festa tricolor.

Na próxima rodada, o Paraná Clube enfrenta o Bahia, quinta-feira, novamente na Vila Capanema. Já o Fluminense terá o clássico diante do Flamengo, no mesmo dia, em partida que será disputada no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

O jogo – Bastante modificado, com seis peças novas em relação à última partida, o Tricolor da Vila precisou fazer mais uma mudança logo aos cinco minutos, com Carlos deixando o gramado machucado para a entrada de Caio Henrique. A partida era de muita marcação no meio-campo, com as equipes tentando manter a posse de bola, mas sem chegar ao ataque. Aos nove minutos, Léo Itaperuna tentou o primeiro arremate, e foi travado na hora exata pela zaga.

A equipe carioca também perdeu um jogar por lesão, aos 11 minutos. Marcos Junior sentiu a coxa esquerda e saiu para a entrada da Robinho. O jogo era morno e os goleiros simplesmente não trabalhavam em campo. O primeiro momento de emoção aconteceu aos 25 minutos, com Thiago Santos recebendo na área e mandando um petardo que carimbou a trave. O Paraná seguiu no ataque e, após cobrança de escanteio, Léo Itaperuna tentou o voleio e parou em grande defesa de Julio César.

O Fluminense respondeu aos 29 minutos, com Sornoza cruzando, Thiago Rodrigues saindo errado e, na sobra, Richard parando na recuperação da zaga, que impediu o arremate. Cobrança de falta para a equipe paranista, aos 34 minutos, e Carlos Eduardo isolou a bola. Sem conseguir penetrar na defesa carioca, Leandro Vilela bateu de muito longe, aos 40 minutos, pela linha de fundo.

Para a segunda etapa, nenhuma nova mudança nas equipes. Na partida, porém algo começou a mudar quando, aos cinco minutos, Léo Itaperuna foi derrubado por Léo na área e o árbitro marcou a penalidade. Na cobraça, Thaigo Santos balançou a rede e colocou o Tricolor da Vila pela primeira vez na frente no placar após nove rodadas.

Depois de tomar o gol, o Fluminense tentou sair mais para o jogo, mas encontrava do outro lado um adversário bem fechado, impedindo seus avanços. Aos 19 minutos, Marlon fez o cruzamento, Renato Chaves dominou e bateu rasteiro, para fora, sem ninguém conseguir tocar no meio do caminho. O goleiro Thiago Rodrigues trabalhou bem, aos 25 minutos, agarrando cabeçada perigosa de Luan Peres.

Thiago Santos chegou a marcar o segundo, aos 26 minutos, com direito a drible no goleiro, mas o árbitro parou o lance para anotar impedimento. Caio Henrique partiu para a jogada individual, aos 34 minutos, soltou o pé e Julio César salvou. Mas, aos 43 minutos, Guilherme Biteco, que havia entrado pouco tempo antes, apareceu para completar cruzamento para a rede e sair para comemorar com o torcedor a primeira vitória paranista. Pablo Dyego descontou com um bonito gol, já nos acréscimos.

PARANÁ 2 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR)
Data: 4 de junho de 2018, segunda-feira
Hora: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Thiago Santos, Torito González, Rayan, Wesley Dias e Jesiel (Paraná); João Carlos, Léo e Marlon (Fluminense)

Gol

PARANÁ: Thiago Santos, aos 07 minutos e Biteco, aos 43 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Pablo Dyego, aos 47 minutos do segundo tempo

 PARANÁ: Thiago Rodrigues, Júnior, Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito Gonzalez e Carlos Eduardo (Wesley Dias); Leo Itaperuna, Thaigo Santos (Guilherme Biteco), Silvinho e Carlos (Caio Henrique).

Técnico: Rogério Micale

FLUMINENSE: Julio Cesar, Gum, Renato Chaves, Luan Peres e Léo (Matheus Alessandro); Richard, Jadson (Pablo Dyego), Junior Sornoza e Marlon; Marcos Júnior (Robinho) e João Carlos
Técnico: Abel Braga

20/10/2018 Palmeiras goleia Vitória em final marcada por confusão em Salvador
ESPORTE
20/10/2018 Sem estádios, início da Série B é adiado para 3 de novembro
ESPORTE
19/10/2018 Itaquiraí vence dois jogos no início do mata-mata
ESPORTE
19/10/2018 Sem estádios, início da Série B é adiado
ESPORTE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS