TER«A-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2018
DATA: 26/05/2018 | FONTE: sul news Empresas tentam enganar caminhoneiros com cargas em carros baixos

Caminhoneiros que bloqueiam as rodovias na região de Nova Andradina informaram que algumas empresas estão tentando burlar as barreiras, colocando cargas em caminhonetes e até em carros de passeio para passar pelos pontos de interdição.

Segundo os manifestantes, nas últimas horas, um curtume estaria com um caminhão de couro estacionado em uma oficina mecânica dentro de Nova Andradina, sendo que, os responsáveis pela empresa estariam descarregando os couros do caminhão e colocando nas carrocerias de caminhonetes para furar o bloqueio e chegar até a empresa, localizada na rodovia MS-276, saída para Ivinhema.

Os caminhoneiros perceberam a manobra e interceptaram duas caminhonetes, sendo que, um dos condutores conseguiu deixar o local, já o outro foi abordado e teve que interromper a viagem. Lideranças ligadas ao movimento denunciam ainda que algumas revendas de gás da cidade estariam indo até a entrada do Assentamento Santa Olga, também na MS-276, onde haveria um caminhão da distribuidora e, com uso de caminhonetes, trazendo botijões para serem vendidos.

Nas palavras dos manifestantes, caminhonetes vazias, carros de passeio e veículos de transporte de passageiros continuam com o tráfego liberado nos bloqueios, desde que não estejam transportando mercadorias destinadas ao comércio ou produtos para indústrias da região.

“Estamos atentos e não vamos permitir que nosso movimento seja boicotado. Quem tentar passar nos pontos de bloqueio com mercadorias e produtos, mesmo que estiver em carro baixo ou caminhonete será impedido de seguir viagem”, disse um dos líderes dos caminhoneiros na região.

POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Outra questão denunciada pelos caminhoneiros é com relação aos postos de combustíveis de Nova Andradina, uma vez que, segundo eles, alguns destes estabelecimentos estariam usando rotas alternativas para fazer com que os carregamentos cheguem às bombas.

de fato, caminhões com combustível haviam chegado até a empresa através de estradas vicinais, desviando dos bloqueios, porém que, em solidariedade ao movimento dos caminhoneiros, o produto não seria descarregado.

Um representante da empresa havia dito ao site que quando acabasse o combustível das bombas, o que deveria ocorrer nas próximas horas, eles iriam cruzar os braços, garantindo que o produto dos caminhões não seria descarregado. No entanto, o Nova News recebeu informação de que a promessa não teria sido cumprida. “Eles descarregaram o combustível durante a noite para continuar vendendo”, disse um leitor do site.

 

14/08/2018 Projeto de Matemática é desenvolvido na escola José Carlos da Silva
Geral
14/08/2018 Três anos depois de lei, 70% das domésticas estão na informalidade
Geral
14/08/2018 PIS/Pasep: resgate começa hoje para trabalhadores de todas as idades
Geral
14/08/2018 Brasil reduz taxa de emissão de dióxido de carbono antes do prazo
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS