TERA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2018
DATA: 15/05/2018 | FONTE: Campo Grande News Saúde alerta população após 94 casos notificados de chikungunya Vigilância Epidemiológica pediu para população de Dourados colaborar com ações de combate ao mosquito transmissor

O Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde lançou alerta hoje (14) à população após aumento do número de casos notificados de febre chikungunya em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

Segundo dados da Secretaria de Saúde, 94 casos foram notificados neste ano em Dourados e 62 apresentaram resultado positivo para o vírus que tem encontrado pouca resistência imunológica nos cidadãos. A prefeitura pediu que os cidadãos contribuam com as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, também transmissor da dengue e zica vírus.

Edivan Marcelo Morais Marques, da Vigilância Epidemiológica, informou que foi identificada uma série de ocorrências entre o Jardim Tropical e Jardim Clímax, na região oeste da cidade, onde existem canteiros de obras e terrenos com possíveis criadouros do mosquito.

Segundo o enfermeiro, o aumento de casos de chikungunya e queda nos casos de zika vírus e dengue ocorre pelo que chamou de “novidade” do vírus. “A comunidade douradense está bem resistente aos vírus da dengue e do zika porque já ocorreu essa doença entre a população. O vírus da febre é ‘relativamente novo’ para imunidade das pessoas, daí vem a necessidade do cuidado”.

A Secretaria de Saúde informou que já fez visitas domiciliares com ações de controle de focos do mosquito, com a remoção de possíveis criadouros e com aplicação de inseticida.

“É fundamental a participação e consciência da população. Tivemos um período sem chuva bem importante, com pouco calor, e agora chega o frio. Do ponto de vista do clima, estamos bem servidos e queremos manter a queda nos índices para que nossa cidade tenha cada vez menos casos”, pediu o enfermeiro.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, Dourados é a cidade que mais preocupa em Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande existiam 27 casos confirmados até o dia 9 deste mês. Houve um caso em cada uma das cidades: Iguatemi, Porto Murtinho, Corumbá, Camapuã, Rio Verde de Mato Grosso e Sonora.

14/08/2018 Atendimento humanizado melhora qualidade de vida de pacientes acamados
SAUDE
14/08/2018 Naviraí-Dia D de vacinação contra sarampo e pólio será neste sábado
SAUDE
13/08/2018 Estudo sugere que o glaucoma pode ser uma doença autoimune
SAUDE
13/08/2018 Saúde mental não deve ser tabu, avaliam pesquisadores
SAUDE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS