TERA-FEIRA, 16 DE OUTUBRO DE 2018
DATA: 25/04/2018 | FONTE: A Gazeta News Iguatemi iniciou a campanha de vacinação contra a Gripe Influenza
Foto Divulgação

Começou ontem Terça-feira, dia 24 de abril em Iguatemi, a campanha nacional de vacinação contra a gripe influenza. A vacina estará disponível em todos os postos de saúde, mas a imunização será realizada respeitando a prioridade em relação aos grupos de risco.

De acordo com a coordenadora da vigilância epidemiológica Karine de Oliveira, a partir dessa terça-feira (24) serão vacinados profissionais de saúde, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias).

A partir do dia 05 de maio, na Casa da Gestante, serão vacinados os professores, atendendo à lista fornecida pelas escolas do município. Já entre os dias 01 de maio à 01 de junho, será a vez dos idosos acima de 60 anos receberem a imunização.

Para o dia 12 de Maio, data em que será realizado o chamado “Dia D”, da campanha, com a vacinação de crianças de 06 meses à menores de 05 anos, trabalhadores da área da saúde, gestantes, puérperas e idosos em todas as unidades básicas de saúde, no horário das 8h às 17h.

Já entre os dias 21 de maio à 01 de junho será a vez de vacinar as pessoas portadoras de doenças crônicas listadas pelo Ministério da Saúde, detentos, servidores prisionais (na detenção) e para a população indígena aldeada (Sesai).

“É importante que todas as pessoas que estão incluídas nos grupos de risco acima recebam a imunização. No entanto as vacinas somente são disponibilizadas pelo Governo Federal seguindo este grupo de risco e caso haja sobra de vacinas elas serão disponibilizadas para a população em geral, ou seja, aquelas que não estão nos grupos relacionados pelo Ministério da Saúde”, destacou a coordenadora epidemiológica Kerine.

Segundo a enfermeira Karine, a vacina à ser aplicada na campanha deste ano foi desenvolvida para combater os tipos de vírus que expõe o paciente a maiores condições de risco, como é o caso do H1N1, o H3N2 e o Influenza B, por exemplo.

Segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde, de janeiro até o final de semana já haviam sidos registrados no Brasil mais de 60 casos de morte atribuídos a gripe.

Em Mato Grosso do Sul o caso mais recente foi a morte, na quinta-feira passada, dia 19 de abril, em Naviraí, da advogada Mônica Reis, de 30 anos.

Mônica teria sido vítima do vírus H3N2, segundo resultado divulgado pelo Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul).

Vacina não está disponível nas farmácias

Quem estiver fora dos grupos considerados de risco citados acima e pretender se vacinar não vai encontrar a vacina nas farmácias de Iguatemi ou na região.

Segundo a coordenação de imunização da Secretaria de Saúde em Iguatemi, levantamentos realizados pelo setor indicam que a vacina, para quem quiser buscar a imunização, pode ser encontrada para comercialização em centros em clinicas como a Vaccine Care, em Ponta Porã, a Immunitas Vacinas, em Dourados e no Hospital Santa Rita, em Dourados. O preço da dose varia de R$ 80,00 a R$ 130,00.

16/10/2018 Cursilho e forças de segurança pública de Naviraí promovem comemoração ao dia Das Crianças
Geral
16/10/2018 IVINHEMA: Vereador promove distribuição de brinquedos no Dia da Crianças
Geral
16/10/2018 Brasil tem mais de 2,5 milhões de professores; 70% são mulheres
Geral
16/10/2018 Prefeito de Itaquiraí liberação de ponte na comunidade do São Roque
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS