SŃBADO, 21 DE ABRIL DE 2018
DATA: 14/04/2018 | FONTE: r7 noticias Gripe: vacina contra H3N2 no Brasil deve ser mais eficaz que nos EUA Grande n√ļmero de mortes nos Estados Unidos teria sido provocada por inefic√°cia da vacina, feita com cepa diferente da circulante; v√≠rus est√° no pa√≠s
Em outubro do ano passado os Estados Unidos viram surgir uma epidemia de influenza que fez milhares de v√≠timas. Desde ent√£o, a pergunta, no Brasil, √© se este v√≠rus tamb√©m vai circular no pa√≠s e se corremos o risco de enfrentar aqui uma epidemia semelhante. Esta quest√£o foi discutida nesta sexta-feira (13) em um semin√°rio sobre a atualiza√ß√£o do influenza no Brasil realizada pelo Hospital Em√≠lio Ribas, em S√£o Paulo. O influenza, como √© chamado o v√≠rus da gripe, engloba tr√™s tipos de v√≠rus: A, B e C. O tipo C causa infec√ß√Ķes respirat√≥rias brandas e n√£o est√° relacionado com epidemias, diferentemente dos tipos A e B que, al√©m de epidemias sazonais, s√£o respons√°veis por pandemias - epidemia em diversas regi√Ķes do mundo. O influenza tipo B tamb√©m √© chamado de FluB. O tipo A pode ser dividido em subtipos, entre eles, o H1N1 e o H3N2, j√° bem conhecidos dos brasileiros. O problema √© que esses v√≠rus j√° conhecidos podem sofrer algumas muta√ß√Ķes. O v√≠rus que circulou nos Estados Unidos nos √ļltimos meses foi o H3N2, mesmo que esteve por aqui nos √ļltimos anos e fez mais v√≠timas em 2014, 2015 e 2017. Neste ano, ele tamb√©m j√° foi identificado no Brasil. At√© o momento, as equipes de sa√ļde que fazem a vigil√Ęncia dos casos de gripe no Brasil analisaram 4.968 amostras em todo o pa√≠s. A conclus√£o √© que, entre os casos confirmados de influenza, o H3N2 √© o segundo tipo de v√≠rus mais comum, respons√°vel por 36% das infec√ß√Ķes. O mais comum, at√© este momento, √© o FluB, que circulou bastante no √ļltimo inverno europeu. At√© o momento, ele causou 39% das infec√ß√Ķes. O v√≠rus do tipo H1N1 √© o terceiro mais comum, respondendo por 23,2% dos casos. Isso mostra que o v√≠rus dos Estados Unidos est√° no Brasil, mas a√≠ existe um outro detalhe, que deve tornar a vacina brasileira mais eficaz que a norte-americana: esse v√≠rus pode sofrer algumas muta√ß√Ķes. A vacina aplicada nos Estados Unidos protegia contra o H3N2 de uma fam√≠lia, ou cepa, chamada de Hong Kong. Mas, a que circulou e fez v√≠timas no pa√≠s norte-americano, foi a Singapura. A vacina que vai ser aplicada a partir deste m√™s na campanha de vacina√ß√£o do Minist√©rio da Sa√ļde em todo o Brasil protege contra a cepa chamada de Singapura, como explica a infectologista do Hospital Em√≠lio Ribas, Rosana Richrmann: ‚ÄúA expectativa, mas √© apenas uma expectativa, √© que o H3N2 que circulou nos Estados Unidos circule aqui entre n√≥s. Neste momento a gente est√° vendo que est√° acontecendo a cocircula√ß√£o dos tr√™s v√≠rus, o H1N1, o tipo B e o H3N2. A vacina protege contra os tr√™s. A diferen√ßa √© que a cepa que est√° dentro da vacina H3N2 do Brasil √© diferente da cepa que estava dentro da vacina dos norte-americanos. Na nossa est√° a mesma cepa que circulou nos Estados Unidos. Ent√£o, em teoria, a nossa vacina vai ter um desempenho melhor do que foi a deles‚ÄĚ. Ainda n√£o √© poss√≠vel afirmar qual dos tipos de v√≠rus vai circular com maior incid√™ncia e fazer mais v√≠timas no pa√≠s porque est√£o sendo registrados agora os primeiros casos fatais de influenza. Em S√£o Paulo, desde o in√≠cio do ano, 76 pessoas foram internadas com s√≠ndrome respirat√≥ria grave causada pelo influenza; 16 morreram. Entre essas v√≠timas, o v√≠rus mais comum foi o H1N1, 40,9%, embora a vigil√Ęncia feita em todo o pa√≠s indique o v√≠rus que mais circula no Brasil seja o FluB. √Č imposs√≠vel prever como cada tipo de v√≠rus influenza vai se comportar daqui para frente, segundo a epidemiologista Telma Carvalhanas, diretora da divis√£o de doen√ßas de transmiss√£o respirat√≥ria do Centro de Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gica do Estado de S√£o Paulo. ‚ÄúA gente n√£o sabe o que vir√°, a √ļnica coisa previs√≠vel √© que o v√≠rus √© imprevis√≠vel‚ÄĚ. De acordo com Telma, o fato √© que entre 5% e 15% da popula√ß√£o mundial √© infectada todos os anos com o v√≠rus da influenza. ‚ÄúDe 350 milh√Ķes a mais de 1 bilh√£o de pessoas ir√£o adoecer todos os anos por causa do v√≠rus influenza. S√£o 1,2 bilh√£o de pessoas com risco elevado para complica√ß√Ķes, 3 a 5 milh√Ķes de casos graves, de 500 mil a 1 milh√£o de √≥bitos‚ÄĚ.
20/04/2018 Ap√≥s ‚Äúfugir‚ÄĚ de posto de sa√ļde da Capital, homem morre de gripe A
SAUDE
20/04/2018 Iguatemi- Campanha da sa√ļde realizou a√ß√£o contra a tuberculose
SAUDE
19/04/2018 Fiocruz fabricará remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS
SAUDE
18/04/2018 Iguatemi- Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gica promoveu Curso Te√≥rico em Imuniza√ß√£o
SAUDE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS