SEGUNDA FEIRA, 24 DE SETEMBRO DE 2018
DATA: 10/04/2018 | FONTE: Dourados News Folhas verdes reduzem o risco de perda de memória em até 10%

Você gosta de comer salada? Um estudo da Universidade de Chicago associou o consumo das folhas verdes com a saúde do nosso cérebro.

A pesquisa foi feita com 960 pessoas com idade entre 55 e 99 anos durante 10 anos. Um grupo comia folhas verdes com frequência e outro grupo não. Quem não consumia folhas verdes teve um resultado pior no teste de memória, um declínio cognitivo mais acentuado.

O estudo concluiu que consumir folhas verdes duas vezes por dia diminui em até 10% a perda de memória. O segredo dessas folhas é a presença de vários nutrientes amigos da nossa memória, como a filoquinona, a luteína e o alfa-tocoferol.

O neurologista Ricardo Nitrini e a nutricionista Isabela Pimentel comentaram sobre o estudo e falaram sobre os benefícios das folhas verdes no Bem Estar desta segunda-feira (9).

Além dos nutrientes citados pelos pesquisadores, as folhas verdes são ricas em fibras com alta capacidade de serem utilizadas pelas bactérias do bem, ou seja, são fundamentais para a manutenção da microbiota intestinal.

Veja o ranking das folhas:

Espinafre e couve
Escarola, chicória e brócolis
Alface (lisa, crespa), rúcula e agrião
Alface americana
O ideal é consumir até duas porções de verduras todos os dias. Cuidado com o exagero! O excesso de espinafre pode trazer problemas, por causa do oxalato.

23/09/2018 Pacientes denunciam farmácia fechada em posto de saúde; Sesau diz que está entregando remédios
SAUDE
22/09/2018 Urologistas alertam sobre os principais problemas de saúde masculinos
SAUDE
22/09/2018 Cuidado: suicídio é 2ª causa de morte entre jovens e internet pode aumentar os riscos
SAUDE
22/09/2018 posto de saúde é infestado por pombos em Campo Grande e vira perigo
SAUDE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS