SEXTA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2018
DATA: 23/03/2018 | FONTE: Folha Press Comum, dor lombar é tratada de forma ineficaz, diz novo estudo

Todos os anos, cerca de 540 milhões de pessoas sentem, ao menos em algum momento, dores na região lombar. A condição limita a vida de 7,3% da população mundial.

Uma série de artigos publicada  na revista Lancet fornece um panorama de como a dor é sentida e tratada.

Destaca-se a conduta incorreta -carente de eficácia demonstrada cientificamente- de boa parte dos casos que chegam aos médicos. No Brasil, por exemplo, 70% dos médicos reumatologistas solicitam exames de imagem logo na primeira consulta.

Poucas vezes, porém, há o que fazer com a informação desses testes. O recomendado para a maior parte dos casos, dizem os autores da série, seria apenas advertir os pacientes para se manterem ativos, a realizarem educação postural e, especialmente para casos crônicos, praticarem exercícios. Nenhuma droga é recomendada como primeira linha de tratamento para a condição.

20/04/2018 Após “fugir” de posto de saúde da Capital, homem morre de gripe A
SAUDE
20/04/2018 Iguatemi- Campanha da saúde realizou ação contra a tuberculose
SAUDE
19/04/2018 Fiocruz fabricará remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS
SAUDE
18/04/2018 Iguatemi- Vigilância Epidemiológica promoveu Curso Teórico em Imunização
SAUDE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS