QUARTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2018
DATA: 13/03/2018 | FONTE: sul news Iguatemi-Assentamento recebe R$ 1,4 milhões em abastecimento de água

Fundado a mais de quinze anos, o assentamento Rancho Loma, distante 35 quilômetros da sede urbana de Iguatemi, está recebendo um grande investimento com a implantação do sistema de R$ 1.463.179,09 milhão em sistema de água potável.

Segundo a prefeita Patrícia Nelli Margatto, os investimentos são oriundos do Governo Federal, via Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e contrapartida da Prefeitura de Iguatemi. Em outubro de 2017, a prefeita esteve com o superintendente estadual da Funasa para tratarem da liberação da obra, o que aconteceu e que já se encontra em andamento.

O projeto tramitava na Funasa desde o ano de 2016, vindo a ser concretizado com o início da obra em janeiro de 2018. O total de investimentos é oriundo do convênio n° 785/2016 para abastecimento de água neste assentamento.

 

Esse sistema é constituído por perfuração de dois poços, dois reservatórios, rede de distribuição de 23.968,48 metros, 107 ligações domiciliares que irão beneficiar mais de 500 pessoas. Serão dois reservatórios de 15 mil litros ligados a todos os lotes do Assentamento.

A prefeita Patrícia vistoriou as obras, acompanhada dos secretários Edson Palla (Obras) Delsio Sovernigo (Desenvolvimento Econômico) e ficou satisfeita com o andamento dos trabalhos. Ela destacou a satisfação em ver se concretizando um sonho que beneficiará muito a população moradora daquela comunidade. “Este investimento significará um grande salto na qualidade de vida da nossa população moradora do Assentamento Rancho Loma, garantindo água saudável nas suas torneiras, mais saúde e dignidade para todos e isso nos deixa imensamente feliz” destacou a prefeita.

 

 

Segundo a gestora de convênios da prefeitura de Iguatemi – Djoice Zanetti, o resgate desse projeto exigiu muito empenho por parte da equipe técnica do município. “Nós corremos contra o tempo para garantir a liberação e posterior execução desta obra, pois, o projeto estava cadastrado desde 2016 e necessitava de atualizações por parte da administração, o que fizemos juntamente com a engenharia da prefeitura, na pessoa do engenheiro Macimiano. Graças a Deus conseguimos e a obra encontra-se em pleno desenvolvimento” completou a gestora.

23/05/2018 Pressionado, governo faz acordo para zerar Cide sobre o diesel
Geral
23/05/2018 Enem 2018: taxa de inscrição pode ser paga até nesta quarta-feira (23)
Geral
23/05/2018 Após noite na estrada, caminhoneiros mantêm bloqueios em Dourados
Geral
23/05/2018 Taxistas vão ao MPE contra suposto 'jeitinho' de Ubers
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS