QUINTA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2018
DATA: 12/01/2018 | FONTE: Redação Pedreiro de 29 anos é morto a facadas pelo síndico durante discussão em residencial Entrada de pessoas não autorizadas no local teria motivado desavença

O pedreiro Robson da Silva de Lima, de 29 anos, morreu ontem depois de ser esfaqueado pelo síndico do residencial Orestinho, onde vivia em Três Lagoas. A vítima foi atingida por um golpe no peito durante discussão, foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme divulgado pelo Jornal do Povo, pela manhã, Robson discutiu com o síndico Wellington Fabrício Pereira Farias, de 27 anos, por causa do sobrinho que supostamente teria descumprido uma norma do condomínio que proibia a entrada de estranhos sem autorização no local.

Ferido, Robson foi encaminhado para o Hospital Auxiliadora, onde acabou morrendo. Wellington teria alegado legítima defesa. Ele prestou depoimento à Polícia Civil e foi liberado. O caso foi registrado como lesão corporal seguida de morte.

17/01/2018 Quatro veículos são recuperados dentro de 24h em Dourados
POLICIA
17/01/2018 Jovem que cumpria prisão domiciliar usando a 'famosa' tornezeleira, arranca o equipamento e foge
POLICIA
17/01/2018 Dupla sequestra homem para roubar S-10 e vítima foge
POLICIA
17/01/2018 NAVIRAÍ-Após negar dinheiro e cigarro, idoso revida com facada agressão de 'pedinte'
POLICIA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS