TERA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2018
DATA: 08/01/2018 | FONTE: Redação/Assessoria Principal aposta para a criação, Ruy quer mostrar que tem valor no Coritiba Depois de ser campeão da Série B pelo América-MG, meia volta com mais confiança, mas precisa deixar para trás a passagem anterior pelo Coxa

Entra ano, sai ano e o Coritiba continua com sérios problemas no seu setor de criação. Para a temporada de 2018, a aposta do clube é em jogadores recém-promovidos das categorias de base ou que voltaram de empréstimo. E nesse caso entra o meia Ruy. O jogador, que foi campeão da Série B do ano passado pelo América-MG, apesar de ter recebido outras propostas, inclusive para seguir no Coelho, tem contrato com o Verdão até o final do ano e deve ser o principal armador do time para as disputas do Campeonato Paranaense e da Copa do Brasil neste primeiro trimestre de 2018.

Mesmo voltando com esse status de atual campeão da segunda divisão, Ruy sabe que ainda terá que provar que tem condições de vestir a camisa coxa-branca. Revelado no próprio clube, o meia, desde que chegou, em 2015, não conseguiu ter uma sequência, principalmente pelo excesso de lesões.

 

“Esse foi o principal objetivo desde que eu voltei em 2015. Voltei bem, mas tive algumas lesões no decorrer da temporada e não mantive o nível do futebol apresentado. O meu foco principal é buscar meu espaço no Coritiba, trabalhar sério, firme, procurar estar 100% para que as lesões não atrapalhem novamente”, cravou o atleta de 28 anos.

Ruy, na verdade, vai tentar manter no Coritiba a boa fase que viveu no América-MG, quando disputou 24 jogos na Série B e marcou seis gols. O jogador, que nunca escondeu que é torcedor do Verdão e que veio das arquibancadas para jogar na base do clube, revelou a satisfação de poder voltar mais uma vez.

“Estou feliz de estar voltando para o Coritiba de novo, muito orgulhoso em vestir essa camisa novamente. Fui feliz demais no ano passado, fui campeão da Série B e pretendo repetir este título aqui. É um campeonato muito difícil, muito competitivo, mas se a gente trabalhar certo, com certeza vamos conquistar os objetivos que o Sandro e a diretoria vão nos passar”, emendou.

Depois de conseguir o título da Série B pelo Coelho, o jogador sabe o caminho das pedras para o Coritiba retornar à elite para 2019. Para ele, é preciso ter resistência durante toda a competição nacional.

 

“A Série B, como a Série A, é um campeonato em que você tem que ter uma certa resistência. Não adianta começar muito bem e no decorrer da competição cair. Tem que manter um equilíbrio durante a competição inteira. Estão montando um elenco muito bom, mesclando bastante a juventude das categorias de base com os atletas permanecendo do ano passado. Tenho certeza que com um trabalho coeso, em conjunto, vamos conquistar o objetivo principal que é voltar o Coritiba para a Série A”, explicou o armador coxa-branca.

18/06/2018 Para Tite, ansiedade atrapalhou jogadores do Brasil
ESPORTE
18/06/2018 Brasil vacila e empata com a Suíça na estreia na Copa
ESPORTE
17/06/2018 Tite ignora otimismo de presidente da CBF sobre a conquista do Mundial
ESPORTE
17/06/2018 Neymar aparece com visual novo antes da estreia do Brasil na Copa
ESPORTE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS