TERA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2018
DATA: 06/01/2018 | FONTE: Redação Jovem é preso após deixar som ‘torar no 12’ em frente a bar de Bonito Aparelhagem de som foi apreendida

Um jovem de 19 anos foi levado à Delegacia de Polícia Civil de Bonito, a 300 km de Campo Grande, depois de perturbar moradores do município com um volume de som exagerado por volta das 4h30, deste sábado (6).

Conforme o boletim de ocorrência, a PM foi acionada, via 190, para atender uma ocorrência de perturbação de tranquilidade no cruzamento das ruas Luiz da Costa Leite com Senador Filinto Miller, em frente a um bar.

Cerca de 80 metros antes de chegar ao local, a equipe já constatou o volume de um som exagerado. Durante a abordagem, um jovem de 19 anos se apresentou como condutor do veículo.

A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e o documento do carro foram apresentados, sem alterações, mas o jovem recebeu voz de prisão pelo crime de perturbação do trabalho e do sossego alheio, por usar no veículo equipamento com som em volume/frequência não autorizados pelo Contran.

O veículo e condutor foram levados ao pátio da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar, onde a aparelhagem de som foi retirada. O veículo e acessórios foram apreendidos.

 

Do carro foram retirados, um aparelho de som, da marca Pioneer, com adaptador de frequência para controle remoto longa distância, da marca Taramps, um pen drive Sandisk Cruzer Blade 8GB, quatro cornetas, sem marca legível, dois twiters, sem marcas legível, dois auto falantes 12" polegadas, marca Ultravox, um módulo 6.500 rms, marca Stetson, uma fonte, marca usina, um voltímetro, marca Stetson, um crossover, marca Stetson e uma bateria 100 amperes, marca Maxion.

16/01/2018 Justiça Federal nega mais um recurso sobre posse de Cristiane Brasil
POLITICA
15/01/2018 Temer e ministros fazem caminhada e reunião sobre cenário econômico
POLITICA
14/01/2018 Michel Temer vai responder a perguntas da PF
POLITICA
14/01/2018 Congresso terá que analisar 19 vetos após o recesso
POLITICA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS