QUARTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2018
DATA: 23/12/2017 | FONTE: revistaquem.globo.com GUSTTAVO LIMA SOBRE O NATAL EM FAMÍLIA: "ME SINTO COMPLETO"

Aos 28 anos, Gusttavo Lima se considera realizado e diz só ter motivos para agradecer neste Natal. “Tenho uma família incrível, meu filho é maravilhoso, minha mulher é maravilhosa, minha carreira é sucesso”, comemora o cantor. Dedicada à família, Andressa Suita, de 29, toma frente da tradicional ceia natalina. “Vamos passar o Natal em casa, com aquela mesa farta e tudo que tem direito. Eu que montei a árvore. Ano que vem, eu quero fazê-la mais personalizada, com personagens infantis, para o Gabriel me ajudar. Nossa casa fica cheia nesta época. Reunimos as duas famílias para comemorar. Tudo é muito simples, mas com muita alegria e amor, como a gente gosta. O Ano-Novo, nós vamos passar em Maceió (AL), porque o Gusttavo tem show lá”, adianta a modelo.

Gusttavo se transformou em outro homem após o nascimento de Gabriel. “Mudou tudo. Todas as coisas que eu faço hoje em dia, eu já penso no conforto e futuro do meu filho”, assume o artista, com os olhos brilhando. Antes de começar a entrevista, ele verifica se o menino está dormindo, dá um beijo na mulher e pede para o Padre Marcos Rogério – que realizou o seu casamento e o batizado do herdeiro – abençoar sua família e o novo projeto: o DVD/CD Buteco do Gusttavo Lima vol.2. Tudo isso dentro do seu pomposo escritório, em Goiânia (GO), comprovando o fato de que o lado profissional dele está totalmente ligado ao pessoal.

Andressa elogia Gusttavo como pai e revela que ele adora dividir as tarefas do bebê. “Ele é um paizão. Surpreendeu muito nesse sentido de ser tão participativo. Ele ajuda em tudo. Ele troca fralda, ajuda a dar mamadeira, dar banho. Tem fim de semana que a gente passa sozinho, sem minha mãe para ajudar e ele divide as tarefas do Gabriel comigo. É um paizão exemplar e muito presente. E o Gabriel é apaixonado nele. Eu até brinco que ele tem que gostar mais de mim porque passo mais tempo com ele”, se diverte a modelo, que tem se dedicado totalmente a família. “Abri mão de muita coisa na minha carreira para estar ao lado do Gusttavo e virar mãe. Foi uma escolha minha, totalmente consciente, e eu acho que fiz a escolha certa”, acredita.

De origem humilde, Gusttavo – que chegou até a morar embaixo de uma mangueira com a família, após perder tudo em um incêndio, na época em que vivia em Presidente Olegário (MG) – se preocupa com a educação do filho. “Ele sempre vai saber que as coisas não caem do céu, são conquistadas. Eu nem a Andressa queremos criar um filho mimado, queremos um filho preparado para a vida e com o pé no chão. Quero muito passar ao meu filho a educação que eu recebi. Meus pais não tinham e não precisaram de dinheiro para nos ensinar o que é importante”, lembra.

Gusttavo Lima aspas (Foto:  )

Caso Gabriel queira seguir os passos do pai rumo ao estrelato, o sertanejo já sabe o conselho que dará ao filho. “Primeiro de tudo, acho que ele tem de seguir o coração dele, este é o principal caminho para você dar certo em qualquer profissão. Acho que a maior lição que eu posso dar para ele é mostrar de onde eu vim, até onde cheguei e como consegui isso, com trabalho. Caso ele queira seguir a carreira artística, não adianta ele, nem ninguém, achar que ter um pai cantor vai o transformar em um”, enfatiza.

A paternidade influenciou até na relação do ídolo com o público. “Eu olho para uma pessoa que tem um filho e já começo a ter aquele sentimento de pai. Com certeza, fez total diferença na minha vida, na minha carreira também. Até na hora que vejo aquele fã na fila, horas esperando, faça chuva ou sol. Ele é filho de alguém. Não tem como não me sentir tocado por isso. Eu não consigo passar sem dar o mínimo de carinho e atenção para essas pessoas. Elas merecem”, defende ele, consciente da importância do fã. “Fazer sucesso é muito difícil, mas manter é mais difícil ainda. Estou próximo de completar 10 anos de carreira e me orgulho muito disso”, comemora.

 

Apesar de ter se encontrado profissionalmente, Gusttavo confessa que nem sempre foi assim e quando estava no auge da fama pensou em abandonar a carreira. “Eu passei por um momento muito difícil na minha vida. Eu tinha acabado de perder a minha irmã (Luciana dos Reis Lima, de 26 anos, morreu vítima de infarto miocárdio, em 2012). Eu não estava preparado para conciliar todo aquele peso da fama com os problemas pessoais. E eu fui ficando chateado e me desgastando até chegar ao limite e a mudança veio. Agora eu quero cantar até ficar bem velhinho”, deseja o músico, que também perdeu a mãe (Sebastiana Maria) em decorrência de doença cardíaca, em 2015, quatro dias após oficializar sua união com Andressa.

Mais maduro, o sertanejo consegue avaliar com sensatez os prós e contras do sucesso. “Eu realizei meus sonhos, mas sacrifiquei certas coisas na minha vida. Sinto muita falta da minha liberdade. Mas pude dar uma vida melhor para minha família, proporcionei mais conforto para o meu pai e minha mãe, enquanto ela ainda estava viva. Nunca imaginei estar aqui onde estou, neste patamar da minha carreira, com tantas responsabilidades e afazeres ao meu redor. E agora com o Gabrielzinho não tem como parar mesmo”, brinca ele, que já planeja ter mais filhos. "Penso em aumentar a família, com certeza. A hora que eu tiver uma folguinha eu vou por em prática esse plano. E o bom é que a mulher também quer".

A maturidade também fez Gusttavo administrar melhor o seu dinheiro. “Eu me dou vários presentes, antes eu era mais consumista. Acho que queria ter tudo de uma só vez. Hoje, sou bem mais centrado e me permito uma extravagância por ano, tenho paixão por carros, motos e avião. Se me perguntarem se tenho algum sonho de consumo, sou bem sincero em dizer que não! Nunca me esqueço de colocar os joelhos no chão e dizer obrigado por tudo que tenho e conquistei com meu trabalho. E, como sou muito humano, me permito uma extravagância anual (risos)”. 

Gusttavo Lima aspas (Foto:  )

Ao eleger a maior dificuldade de ser mulher de um cantor famoso, Andressa não tem dúvida. “Não é fácil. A gente tem que se acostumar com a ausência aos finais de semana. Às vezes, ele viaja na quarta-feira e volta só na segunda-feira. Quando está em turnê, ele fica até 15 dias fora. Tem meses que ele faz 28 shows. Então, a parte mais difícil é a ausência mesmo. A presença dele em casa faz tanta falta, ainda mais agora com o filho. Mas, a gente vai se acostumando, se encaixando”, pondera a loira, que diz ser controlada em relação ao ciúme. “Tenho só um pouquinho, hoje em dia. Ciúme quando é saudável é bom. Das fãs, eu não tenho. Mas tem umas mulheres que passam um pouco do limite, beijam um pouco mais, apertam um pouco mais. Mas não chega a ser motivo para briga”, ameniza ela.

Casados há 5 anos, Gusttavo e Andressa dão dicas de como fazem para manter a chama da paixão acesa. “Quem ama cuida, nunca se esqueça disso! Eu sou muito carinhoso e atencioso, gosto de cuidar. Acho que tenho uns relances de romantismo. Sou daqueles que sabe o quanto o dia a dia é importante num relacionamento. Não sou do tipo que manda flores e presentes todos os dias, mas sou do tipo que estou presente todos os dias. Isso sempre foi muito constante na nossa vida, e não mudou com a chegada do Gabriel”, conta o músico. A modelo concorda com o marido e completa: “Quando ele viaja, eu fico morrendo de saudade. Mas toda vez que ele volta é aquele fogo. Nosso amor só melhora com o tempo”.

 

 

Religiosa, Andressa faz questão de ter a presença do Padre Marcos Rogério, da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, em todos os momentos especiais de sua vida. “Andressa sempre frequentou a igreja e acabei ficando amigo da família e estamos sempre juntos. Celebrei o casamento deles e o batizado do Gabriel. Ela é muito religiosa e o Gusttavo também. Eles vão aos eventos e participam. A Andressa está todo domingo na missa. O Gusttavo já é mais difícil de ficar em Goiânia no fim de semana, por conta do trabalho dele. Mas sempre que é possível ele também está presente ou me chama para fazer uma oração na casa dele”, explica o sacerdote.

Caminho do sucesso
Gusttavo estreou nos palcos ainda criança, ao lado dos irmãos, William e Marcelo. Mas foi quando atingiu a maioridade que o sertanejo deu o pontapé inicial na carreira solo e conquistou o sucesso. Atualmente, o artista soma mais de 150 composições originais e dezenas delas ficaram entre as músicas mais executadas no país e mais tocadas nos serviços de música digital, como Faixa 3, Apelido Carinhoso e Eu Vou Te Buscar. “Tudo que eu faço, eu tento fazer com amor e dedicação. A música tem que tocar o coração das pessoas e essa é a minha maior intenção. Tem um interesse financeiro também porque nós temos 80 funcionários aqui no meu escritório. São tantas famílias que dependem de mim para se alimentar, se vestir, criar seus filhos etc. Mas pode ter certeza que o lado emocional anda junto com o profissional aqui”, afirma.

O cantor afirma viver a melhor fase profissional. “Foi incrível quando gravamos cada música desse disco. Eu me arrepiei inteiro, coisa que nunca aconteceu em nenhum outro DVD meu. As músicas deste DVD/CD são praticamente regravações inéditas, que foram gravadas nos anos 90 e começo dos anos 2000, mas que a molecada de hoje não conhece. 90% das músicas deste trabalho são conhecidas regionalmente. O buteco, sem dúvida, é o melhor projeto da minha carreira. Claro que é dentro do meu gosto pessoal. Porque nem sempre a gente tem a oportunidade de gravar o que gosta para focar em algo mais comercial”, compara. 

 

 

Exposição nas redes sociais
Antenado com as plataformas digitais, Gusttavo vê nas redes sociais um canal direto de comunicação com seu público, mas impõe limites ao expor sua vida na web. “Eu era meio bicho do mato, mas passei a usar mais. Você mostrar um pouco do seu dia a dia, os bastidores do que você está fazendo, a sua mulher e o filho, eu acho isso legal. Mas tem gente que extrapola. Acho que a vontade de querer aparecer da pessoa pode ser exagerada. Tem alguns perfis no Instagram que eu entro e tem um milhão de quadradinhos na história, eu assisto dois e já fico enjoado. Tudo que é demais cansa. Acho que tem que haver um bom senso”, opina.

 

O artista diz não ligar para os ataques dos haters. “Eu nem sei o que é isso. Eu acho que tem muito mais gente que gosta de mim do que não gosta. O mundo já anda muito odioso por aí, eu não posso deixar me atingir por essa onda de ódio. Eu tento compartilhar só coisas boas e positivas sempre com meus seguidores. E também falo o que penso, como o episódio em que eu reclamei do preço da coxinha de R$ 9, no Aeroporto de Guarulhos (SP). Não foi pelo dinheiro e sim pelo bom senso. Eu tenho dinheiro para comprar, mas muita gente que viaja ali não tem. Uma coxinha pequena não vale aquele preço.Eu não imaginava que fosse dar aquela repercussão toda”, afirma.

 

 Gusttavo assume que a música sertaneja deixou de ser caipira faz tempo, mas garante que em ser repertório sempre terá espaço para as modas de viola. “Música sertaneja mesmo era aquela que Chitãozinho & Xororó, Tião Carreiro & Pardinho faziam. Eu comecei a cantar ouvindo sertanejo de raiz e me inspiro sempre nesses artistas. O ritmo está mais pop, porque toca em qualquer lugar. Eu acho muito bacana essas parcerias com outros artistas de outros segmentos, desde que seja algo natural, não por interesse. Tem que fazer de coração e não só porque o artista é o sucesso do momento. Quando eu coloco o pen drive para ouvir música é modão sertanejo mesmo. Mas, eu ouço de Tião Carreiro & Pardinho a música latina. Sou bem eclético”, conta.

Outra preocupação que o cantor tem com seu repertório é o conteúdo das letras. Gusttavo evita músicas machistas e que apelativas, desde antes do surgimento do movimento das mulheres no sertanejo, apelidado de “feminejo”. “Quando penso no meu repertório, penso num todo, quem vai ouvir, quem vai consumir e com quem eu quero falar. A longo destes quase 10 anos de carreira eu observei que a vovó, a mãe, o adolescente e até a criança escutam minhas músicas. Por isso, tomo vários cuidados. Eu sempre penso em colocar um DVD em casa e não ficar pulando faixas. Sei que mesmo o mundo se tornando cada vez mais digital, as pessoas ainda colocam o DVD para rolar num churrasco, encontro de amigos e família, não quero perder isso”, explica.

 

 

 

17/10/2018 Carla Prata abandona o filho e se muda definitivamente para casa de Mariano
ENTRETENIMENTO
17/10/2018 Após separação, ex de Anitta passa a agenciar artistas
ENTRETENIMENTO
16/10/2018 Aldeias de MS são cenários de filme sobre a vida na fronteira
ENTRETENIMENTO
16/10/2018 Marina Ruy Barbosa surpreende marido em aniversário: 'Achou que tinha esquecido'
ENTRETENIMENTO
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS