SEGUNDA FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2018
DATA: 20/12/2017 | FONTE: Redação/Assessoria ITAQUIRAÍ-União decreta situação de emergência em município devido às fortes chuvas Apoio emergencial será disponibilizado depois que prefeitura apresentou prejuízos à Secretaria de Proteção e Defesa Civil.

O Ministério da Integração Nacional reconheceu, nesta terça-feira (19), a situação de emergência no município de Itaquiraí, ao sul de Mato Grosso do Sul, devido aos prejuízos provocados pelas fortes chuvas que estão frequentes nos dois últimos meses.

O apoio emergencial, publicado no Diário Oficial da União tem ontem, têm vigência de 180 dias. Ele foi disponibilizado pela Sedec (Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil) a partir do chamado PDR (Plano Detalhado de Resposta), apresentado pela prefeitura por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres.

Após a análise, se aprovado, o recurso é definido e liberado, garantindo acesso às ações de apoio da Sedec para socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas.

Distante de Campo Grande, Itaquiraí tem registrados intensas rajadas de vento desde o final de outubro, com quedas de árvores, interrupção do fornecimento de energia elétrica e pontos de alagamentos.

Outros quatro estados afetados por desastres naturais também receberão o apoio emergencial. Nos municípios de Ipiranga do Piauí, no Piauí, e Canindé de São Francisco, em Sergipe, a emergência é em decorrência de estiagem.

Panambi, no Rio Grande do Sul, foi afetado por um forte vendaval. Já o município mineiro de Pirapetinga decretou emergência em função das boçorocas, que são fendas na terra ou ravinas.

 

18/06/2018 Polícia Federal abre concurso público com 500 vagas e salários até R$ 22 mil
Geral
18/06/2018 Senai está com matrículas abertas para preencher 1,5 mil vagas em 15 cursos técnicos
Geral
18/06/2018 Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017
Geral
18/06/2018 Petrobras reduz em 1,24% o preço da gasolina nas refinarias
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS