DOMINGO, 18 DE FEVEREIRO DE 2018
DATA: 06/12/2017 | FONTE: Dourados News Menor se apresenta e confessa ter matado cadeirante a facadas
Faca utilizada no crime foi apreendida - Crédito: Osvaldo Duarte SAIBA MAIS ASSASSINATO BRUTAL Polícia prende mandante do crime contra cadeirante idosa ALTOS DO INDAIÁ Suspeito de matar idosa é preso e nega crime BRIGA POR TERRENO Idosa é morta com mais de 50 facadas em Dourados

O adolescente de 15 anos, autor do homicídio contra a cadeirante idosa Nilza Fernandes, 73, na noite de domingo (4), na Aldeia Bororó, em Dourados, se apresentou na manhã desta terça-feira (5/12) no 1º Distrito Policial e confessou ter matado a mulher.

Em seu depoimento, ele disse não ter gostado de ser chamado de ‘gay velho’ e ‘gay perna seca’ e planejou o assassinato dela.

O rapaz é filho de Josceli da Silva Cepre, 44, vizinha de Nilza, presa na segunda-feira suspeita de ser a mandante do crime. Apesar dos dizeres dele, a polícia ainda trabalha com a hipótese de briga pelo terreno em que dividem as casas, já que apenas o adolescente teria dado essa versão.

O tio do adolescente, Marcelo da Silva Gonçalves, 29, também permanece preso por participação no assassinato.

De acordo com o menor, Marcelo teria ficado do lado de fora da casa enquanto ele matava a mulher, porém, a idosa acabou esfaqueada na porta da residência, levando dúvidas sobre a versão do rapaz.

A faca utilizada no crime e duas camisetas com vestígios de sangue foram apreendidas por lideranças indígenas e entregues à polícia. O menor foi ouvido e liberado.

17/02/2018 Naviraí-Caminhoneta é roubada por trio de assaltantes
POLICIA
17/02/2018 Família denuncia roubo de carro e desaparecimento de casal
POLICIA
17/02/2018 Homem fica 5 horas amarrado em árvore após ter carro roubado
POLICIA
17/02/2018 Presos por contrabando de cigarros poderão ficar livres pela 2ª vez neste ano
POLICIA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS