TERA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2018
DATA: 19/11/2017 | FONTE: IviNotícias Ivinhema 54 Anos – Primeiras casas, cidade dividida entre outras historias
Zé Camilo comenta algumas historias de Ivinhema

Mais um personagem e ícone do município de Ivinhema é o senhor José Camilo Pereira o popular Zé Camilo, saiu do Ceará com 17 anos de idade e foi trabalhar na fazenda Primavera onde trabalhou por nove anos ao lado de Moura Andrade.

No ano de 1958 se casou e em 1959 teve sua primeira filha, vindo para Ivinhema em 1965 com sua família.

José conta que naquele tempo era muito difícil, pois não tinha ponte que ligava Ivinhema a outros municípios e os moradores e visitantes precisavam esperar pela balsa da empresa Someco para poder atravessar o rio e chegar aqui.

Quando chegou à cidade o morador começou a trabalhar para a empresa Someco onde trabalhou por quatorze anos como operador de máquinas preparando terrenos.

José conta que preparou o terreno  para o inicio da construção de locais como o fórum  e igreja matriz.

Sua casa foi a terceira casa de material construída no município e relata que quando chegou era só mato na avenida Reinaldo Massi que era antiga Avenida Mato Grosso.

José que criou seus seis filhos em Ivinhema diz que aqui é seu lugar e quando saí da cidade para ir a outra já sente vontade de voltar rapidamente.

 

POLÍTICA

Na época que José Camilo chegou a Ivinhema o prefeito era Carlos Correia Leite que foi escolhido pelo governador do estado para administrar o município e na primeira eleição oficial para prefeito Carlos Correia Leite concorreu e venceu, ficando a frente do município por mais cinco anos.

Após o mandato de Carlos, Paulo Rodrigues disputou a eleição com Luiz Grandi, porém não venceu sendo Luiz Grandi eleito prefeito.

Na terceira eleição Paulo Rodrigues se candidatou novamente e venceu, iniciando seu mandato e destacando seu trabalho como prefeito que segundo José trabalhou muito por Ivinhema.

 

CIDADE DIVIDIDA!

De acordo com as lembranças de José o município era metade tomada por erosão e os moradores só poderiam ir até parte da Avenida Panamá, pois o restante da avenida era impossível passar. Para atravessar a Avenida Panamá e Honduras havia apenas um trecho, que hoje fica próximo ao Carlinhos Pneus.

José relata que o ex-prefeito Paulo Rodrigues começou a trabalhar para que fossem tapadas as erosões e conseguiu, além  de trazer agências bancárias e construir praças no município.

Na visão do antigo morador, Eder Uilson o Tuta atual prefeito também está realizando um grande trabalho no município muito parecido com o ex-prefeito Paulo Rodrigues.

“Eu não acreditava que Ivinhema iria chegar aonde chegou, quando eu cheguei aqui era só mato, as máquinas estavam começando a trabalhar nas glebas e ruas da cidade, e hoje conheço essa cidade como a palma da minha mão, só eu trabalhava de mecânico de máquinas, trabalhei muito por Ivinhema e isso que me marcou, sou muito feliz de morar em Ivinhema”, finaliza José.

 

16/01/2018 Mulher flagra namorado no portão com outra, é agredida e tem roupas rasgadas
Geral
16/01/2018 Após mais de 13 horas, corpo que era velado na rua é recolhido pelo IML
Geral
16/01/2018 TRÊS LAGOAS: Ex-gerente geral de empresa de celulose é suspeito de matar esposa a tiros
Geral
16/01/2018 Governo repassa R$ 1,7 milhão para sete cidades atingidas pela chuva
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS