QUARTA-FEIRA, 21 DE FEVEREIRO DE 2018
DATA: 19/11/2017 | FONTE: Portal do Conesul Renan Calheiros é condenado a perder mandato e direitos políticos
Foto Divulgação

A Justiça do Distrito Federal condenou o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) a perda mandato e suspensão de direitos políticos por oito anos por improbidade administrativa. A sentença é o juiz Waldemar Carvalho, da 14ª Vara Federal. O parlamentar pode recorrer sem deixar o cargo.

De acordo com informações do G1, o senador foi condenado por enriquecimento ilícito e vantagem patrimonial indevida. O processo é relacionado ao caso do pagamento de pensão a um filho que o parlamentar teve fora do casamento com a jornalista Mônica Veloso. Ela acusa o peemedebista de pagar a pensão da criança com dinheiro de um lobista da empreiteira Mendes Júnior.

Por meio de nota, Calheiros disse não conhecer a decisão, que está sob sigilo judicial. Ele afirmou que vai recorrer com serenidade caso a sentença seja confirmada. A defesa do senador poderá apelar ao próprio juiz da 14ª Vara Federal do DF ou ao Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região.

21/02/2018 Justiça bloqueia bens de deputado e servidora que não vai ao gabinete
POLITICA
21/02/2018 Tereza Cristina assume maior bancada legislativa do Congresso Nacional
POLITICA
21/02/2018 Reinaldo alerta sobre aumento de poderio de facções; "Se não atacar, dificilmente nós venceremos"
POLITICA
20/02/2018 Temer desiste da reforma agora e anuncia plano B para a economia
POLITICA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS