SBADO, 23 DE SETEMBRO DE 2017
DATA: 11/09/2017 | FONTE: G1 Pedágio para carro vai subir de R$ 0,40 a R$ 0,50 em cada posto de cobrança na BR-163 em MS
ANTT autorizou aumento nas tarifas de pedágio na BR-163, que em Mato Grosso do Sul é administradada pela CCR MS Via. (Foto: Rachid Waqued)

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou um reajuste nas tarifas do pedágio da BR-163 em Mato Grosso do Sul. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (11).

A resolução, conforme a agência, entra em vigor já nesta quinta-feira (14). O reajuste, de acordo com o órgão, ocorre para atender a 2ª revisão ordinária e a 4ª revisão extraordinária do contrato de concessão da rodovia a empresa CCR MS Via.

Em abril deste ano a concessionária paralisou totalmente as obras de duplicação da estrada. Na época, a empresa disse que tinha protocolado na ANTT um pedido de revisão do contrato de concessão, porque estava sofrendo prejuízos, e apontou uma redução de 35% na arrecadação prevista inicialmente.

No mês de agosto a empresa anunciou a retomada parcial das obras de duplicação da estrada e informou que tomava a a decisão de retomar parcialmente as obras após o anúncio pelo governo federal sobre a publicação de uma nova Medida Provisória (MP) que vai conceder maior prazo para a realização dos investimentos e com novas condições contratuais.

Desde a obtenção da concessão, em 2013, a CCR MS Via aponta que investiu R$ 1,9 bilhão na BR-163. Os recursos foram utilizados na duplicação de 138,5 quilômetros da rodovia e na recuperação de 333 quilômetros de pavimento, além completar e modernizar toda a sinalização da rodovia e implementou um dos mais modernos e eficientes Serviços de Atendimento ao Usuário (SAU), trazendo mais segurança e conforto aos usuários da rodovia.

A empresa disse ainda que mesmo com a paralisação das obras de duplicação, manteve os serviços de conserva e manutenção das pistas e da sinalização, além da capina e roçada da faixa de domínio.

Na resolução desta segunda, a ANTT aponta que a Tarifa Básica de Pedágio (TBP) por quilômetro vai subir de R$ 0,05133 para R$ 0,05213. Indica que na revisão aplicou o desconto de reequilíbrio de 2,17295% sobre a TBP, correspondente ao fator D; o Índice de Reajuste Tarifário (IRT) de 1,40589, que representa o percentual de 2,71% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado no período e ainda o Fator C negativo de R$ 0,16476, na tarifa por praça de pedágio.

No caso de um carro, por exemplo, o aumento em cada praça de pedágio vai variar de R$ 0,40 a R$ 0,50. O proprietário de veículo que passa pelos nove pontos de cobrança instalados nos 845 quilômetros da estrada no estado que paga atualmente R$ 55,40 vai passar a desembolsar com o reajuste R$ 59,20, o equivalente a 6,85% a mais.

23/09/2017 Naviraí terá Peça teatral na Praça Central neste domingo
Geral
23/09/2017 Garoto de 12 anos que sumiu após sair para festa, estava com amigas e voltou para casa
Geral
23/09/2017 Correios de Mundo Novo não aderiu a greve
Geral
23/09/2017 Redução no ICMS do boi destrava mercado no Estado
Geral
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS