SBADO, 23 DE SETEMBRO DE 2017
DATA: 11/09/2017 | FONTE: Gazeta Esportiva Em “volta por cima” no Palmeiras, Egídio passa força a Deyverson
Foto Divulgação

Egídio sabe o que é viver dias conturbados no Palmeiras. O lateral-esquerdo, que ficou marcado negativamente pela torcida nas eliminações recentes do Verdão na Copa do Brasil e Libertadores, passou força ao atacante Deyverson, que perdeu um pênalti no empate com o Atlético-MG, no último sábado, e também foi bastante criticado pelos palmeirenses.

“O Deyverson treina muito bem e estava confiante para bater o pênalti. Somos um grupo então não podemos ficar apontando culpados. Além disso, nosso resultado não foi ruim, pelas circunstâncias. Estamos juntos com ele”, disse o camisa 6

Contra o Galo, Deyverson assumiu a responsabilidade de cobrar a infração cometida por Leonardo Silva, mas acabou sendo parado por Victor no momento em que a partida estava empatada por 1 a 1 e o Alviverde já tinha um atleta a menos. Mesmo assim, o jogador foi defendido por Cuca, que já havia feito o mesmo com Egídio.

“Foi um momento delicado para mim, mas recebi muita força dos meus familiares. Eles estão comigo nos momentos bons e ruins, e eu sempre acredito muito e, Deus, sabia que daria a volta por cima”, afirmou Egídio.

Egídio viveu momento conturbado no Palmeiras. O lateral foi apontado como um dos maiores culpados pela eliminação alviverde contra o Cruzeiro, pelas quartas de final da Copa do Brasil, que causou o pedido de demissão de Cuca, e ainda perdeu o pênalti decisivo que deixou o Verdão fora da Libertadores, contra o Barcelona de Guaiaquil.

“No jogo da Libertadores, eu fazia uma boa partida. Fui caminhando para a bola para bater o pênalti acreditando muito em mim e com meus companheiros sempre me dando força. Depois disso, conseguiu treinar firme e forte, mostrei minha qualidade no treino e por isso o Cuca me escalou”, disse o atleta, antes de falar sobre as críticas que recebeu da torcida, especialmente através de redes sociais.

“Eu já não era muito fã de rede social, depois disso daí eu abandonei, larguei e não acompanhei. Meu foco foi só trabalhar para voltar por cima e melhor. Queria ter voltado com uma vitória, mas esse empate ficou de bom tamanho pelas circunstâncias”, finalizou.

Agora, o Palmeiras tem dois dias de folga e retornará aos trabalhos apenas na terça-feira. Com Egídio provavelmente entre os titulares, o Verdão volta a campo no dia 18, segunda-feira, às 20h (de Brasília), contra  Coritiba, no Pacaembu, já que o Palestra Itália estará passando por um processo de troca do gramado.v

23/09/2017 Levir cita clima de 'velório' no Santos após eliminação: 'Perdemos tudo'
ESPORTE
23/09/2017 Neymar é finalista do prêmio de melhor do mundo da Fifa
ESPORTE
22/09/2017 Naviraí- Pista de Skate será inaugurada hoje
ESPORTE
22/09/2017 Mesmo com eliminação, Guedes agrada e deve seguir como titular no Santos
ESPORTE
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS