SEXTA-FEIRA, 22 DE SETEMBRO DE 2017
DATA: 07/06/2017 | FONTE: Campo Grande News Bando atirou nos pneus de carro-forte e explodiu cofre com dinamite
Carro-forte ficou destruído após duas explosões de dinamite. (Foto: Marciel Arruda)

O ataque ao carro-forte da empresa de transporte de valores Brink’s ocorreu por volta de 9h de ontem (06) na MS-156, a 20 km do Centro de Amambai.

Armados com fuzis e uma metralhadora antiaérea calibre 50, os seis assaltantes atiraram nos pneus e fizeram o veículo sair da pista. Depois metralharam a cabine, para forçar a saída do motorista e de três seguranças da empresa.

Ao site A Gazeta News, o motorista do carro-forte disse que seguia de Dourados para abastecer com dinheiro o posto bancário instalado no 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado do Exército em Amambai e a agência do Banco do Brasil em Tacuru.

No trecho entre Caarapó e Amambai, quando se aproximavam do perímetro urbano, os seguranças perceberam que uma Renault Duster verde ultrapassou o carro-forte e reduziu a velocidade. Em seguida os bandidos começaram a atirar.

O motorista do blindado tentou fugir, voltando em direção a Caarapó, mas os tiros continuaram em direção aos pneus, que foram estourados. Nesse momento o motorista perdeu o controle e o carro-forte saiu da pista e tombou.

A quadrilha se aproximou e os assaltantes mandaram que os quatro funcionários da Brink’s saíssem do carro, garantindo que não seriam feridos. Eles saíram e foram colocados sob a mira de fuzis.

Como os malotes de dinheiro estavam no cofre, na carroceria do carro-forte, os bandidos usaram dinamites e tentaram explodir o equipamento.

Só que a blindagem resistiu à primeira explosão. Os bandidos mandaram um dos seguranças entrar no carro e colocar mais explosivos. Na segunda tentativa o carro-forte ficou totalmente destruído.

Dinheiro espalhado – Notas de dinheiro se espalharam sobre a vegetação e na rodovia. Os seguranças foram obrigados a juntar as cédulas e entregar para os assaltantes, que entraram na Duster e fugiram em direção a Amambai. Além do dinheiro, cujo valor roubado não foi revelado, os bandidos levaram duas escopetas calibre 12 e dois revólveres dos seguranças.

Três quilômetros adiante eles abandonaram o carro numa estrada vicinal e atearam fogo. A quadrilha teria entrado em uma caminhonete e fugido, possivelmente para o Paraguai, que fica a 50 km do local do roubo.

Investigações – Sete equipes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), com 28 policiais, foram até Amambai, mas já retornaram a Dourados. As investigações estão sendo conduzidas pela Polícia Civil.

Dois delegados atuam no caso. Mikaill Alessandro Gouveia Faria está ouvindo o depoimento dos seguranças, na delegacia de Amambai, e Fabrício Dias dos Santos está a campo, chefiando as equipes que procuram pistas dos assaltantes.

Em nota distribuída pela assessoria de imprensa, a Brink’s informou que está empenhada em apurar o ocorrido e colaborando com as autoridades no andamento das investigações.

Policial mostra cartucho de metralhadora calibre 50 recolhido no local do assalto (Foto: Divulgação/PM)

Policial mostra cartucho de metralhadora calibre 50 recolhido no local do assalto. (Foto: Divulgação)

 

21/09/2017 Garota de programa empresta dinheiro de colega e ameaça até cafetão ao ser cobrada
POLICIA
21/09/2017 Mulher de 71 anos é estuprada e agredida em terreno baldio
POLICIA
21/09/2017 Policiais apreendem 420 mil maços de cigarros contrabandeados em MS
POLICIA
21/09/2017 Sucatas de veículos são incendiadas e suspeita é de que seja crime
POLICIA
© JORNAL DO CONESUL | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS